Cursinho popular abre 1.500 vagas e também necessita de colaboradores

Por Denise Mota

O Movimento Uneafro-Brasil – União de Núcleos de Educação Popular para Negros, que coordena uma rede de cursinhos populares para estudantes afrodescendentes e da periferia, oferece 1.500 vagas para interessados em ter acesso a esse benefício. As inscrições estão abertas até o final de março.

A instituição possui 30 filiais em diversos pontos de São Paulo, da Grande São Paulo e do interior, além de também atuar em Belford Roxo (Rio); em Peri Peri (Salvador); e em Serra, município do Espírito Santo. Ao longo de 10 anos de existência, já atendeu cerca de 15 mil pessoas. São aceitos estudantes a partir do primeiro ano do ensino médio, sem limite de idade.

A rede possui núcleos em São Paulo, Rio, Bahia e Espírito Santo (Divulgação)

“O cursinho acolhe toda a classe trabalhadora, todas as cores e origens. As vagas são dirigidas preferencialmente a negras/os e pessoas de menor renda per capita”, diz ao blog Douglas Belchior, professor e ativista da entidade. “O foco didático pedagógico é centrado em um currículo descolonizado, de valorização da diversidade, com ênfase na história da África, dos africanos, de seus descendentes e da população indígena, tal qual nos orientam as leis 10.639 e 11.845, que dispõem dessas atribuições obrigatórias nas escolas públicas e particulares, mas que poucas, infelizmente, promovem.”

A rede também precisa de professores, de outros tipos de voluntários e de doações. Em vídeo institucional, ex-alunos da organização contam suas histórias pessoais de superação por meio dos estudos, após a entrada em faculdades de todo o Brasil.

“A Uneafro Brasil é um movimento de ação comunitária e educação popular. Como uma organização do movimento negro, escolhemos enfrentar o racismo, o genocídio, o machismo e as desigualdades econômicas através da ação direta na vida real das pessoas, em nossas próprias comunidades”, diz Douglas.

Os interessados em fazer o cursinho devem informar seus dados à organização através de um formulário.

Para colaborar, é possível se inscrever ao longo de todo o ano.