Preta, preto, pretinhos

Novidades da comunidade negra no Brasil e no mundo

 -

Preta, paulistana, filha de uma sergipana e de um baiano, Denise Mota é jornalista há mais de 20 anos, com mestrado pela USP. Vive no Uruguai.

PERFIL COMPLETO

 

 

Publicidade

Cansada de que toquem seu cabelo? Um videogame afasta as mãos incômodas

Provavelmente seja das experiências mais comuns entre mulheres negras que usam o cabelo de forma natural ou em estilos considerados mais “exuberantes”, como rastas ou alongamentos com tranças. É inevitável: em algum momento vão tocar seu penteado sem que você espere e sem pedir permissão. Essa “curiosidade” alheia tão recorrente, invasiva e irritante, que vem(…)

Café da manhã marca doação de evangélicos para reconstrução de terreiro em Duque de Caxias

Nesta quarta-feira, 22, às 10h, o terreiro Kwe Cejá Gbé de Nação Djeje Mahin, da mãe de santo Conceição d´Lissá, em Duque de Caxias (RJ), receberá visitantes evangélicos. Em um café da manhã, ela aceitará formalmente a doação de R$ 11 mil para reconstrução do barracão. A casa foi incendiada na noite de 26 de(…)

Representantes de religiões de matriz africana denunciam Brasil na Corte Interamericana de Direitos Humanos

Na próxima segunda-feira, 30 de outubro, líderes de instituições que representam cultos de matriz africana apresentarão uma petição na Câmara Municipal de São Paulo, às 19h, que será endereçada à Corte Interamericana de Direitos Humanos. No documento, representantes de organizações de todo o país, ao lado de um grupo de juristas, denunciarão os crescentes casos(…)

“Ela Quer Tudo”, de Spike Lee, chega à Netflix em novembro

Trinta anos depois, Nola Darling, a mulher desconcertantemente livre criada por Spike Lee em “She´s Gotta Have It” (1986), traduzido no Brasil como “Ela Quer Tudo”, volta às telas –dessa vez à telinha da plataforma audiovisual por streaming. Em 23 de novembro, o longa-metragem em preto-e-branco que marcou a estreia do diretor afroamericano no cinema(…)

“Intelectuais Negras Visíveis” ou um catálogo para o “desensinamento”

Reflexões, narrativas, propostas, demandas, trajetórias ecoam vozes múltiplas, mas sempre em primeira pessoa. Olhares “de dentro”, experiências vivas e cotidianas se interconectam no catálogo “Intelectuais Negras Visíveis“, lançado na Flip este ano e que está online. O propósito central da publicação, gestada pelo Grupo de Estudos e Pesquisas Intelectuais Negras, da UFRJ, ou o fio da(…)

Blogs da Folha